01 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 24º

Após abertura de comissão processante, petistas se reúnem hoje para decidir se continuam aliados de

Diana Christie

Depois que foi aberta uma comissão processante para investigar possíveis irregularidades na administração do prefeito de Campo Grande com 21 votos favoráveis e oito votos contrários, os vereadores do PT se reúnem com o presidente do diretório municipal Gildo Oliveira para decidir se continuam ou saem da base do prefeito.

A reunião será esta noite, às 19h no escritório do presidente, na rua Sergipe e também contará com a presença da secretária de assistência social Thaís Helena. “Acredito que sair da base do prefeito não é o caminho. Está no momento de se articular. Agora, se a maioria não quiser continuar é uma questão partidária. Tudo pode acontecer”, explicou o vereador Airton Araújo.

Já o vereador Zeca do PT está mais confiante de que o diretório municipal vai continuar aliado à Bernal. Segundo ele, a reunião será pautada por estratégias para ampliar o apoio ao prefeito. “Vamos continuar o trabalho que vínhamos fazendo. Conversar para que o Bernal dê mais abertura em seu governo. Criar um articulador político dentro do gabinete. Ampliar a base do prefeito na Câmara Municipal”, afirmou.

Mesmo após o deputado federal Vander Loubet ter sinalizado que o diretório nacional lavaria as mãos no caso da processante de Bernal, Zeca negou a possibilidade do municipal receber uma ordem superior para afastamento da base. “Eles não interferem no municipal”, garantiu.

De acordo com Airton, os petistas terão ainda mais duas reuniões. Uma na sexta-feira com o senador Delcídio e outra na segunda-feira com todas as lideranças do partido. Fazem parte da bancada do PT na Câmara Municipal os vereadores Airton Araújo, Marcus Alex e Zeca.