08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

Audiência Publica pela Lei do Silêncio é discutida neste momento na Capital

A audiência publica para discutir a lei do silencio em Campo Grande comentou a menos de uma hora que esta pautada em um debate entre artistas, músicos, representantes da sociedade e autoridades ligadas ao meio ambiente com o major Queiroz da PMA e o promotor de justiça do meio ambiente Alberto Canja.

Entre os principais pontos discutidos na audiência esta a revisão dos paramentes de redução dos ruídos sonoros em bares e estabelecimentos da cidade.

De acordo com o major Queiroz não é contrario do que os outros defendem, “a principal reclamação dos moradores nas cidades do interior onde atuamos a maioria das atuações por poluição sonora são de carros com som alto”.

O major explica que nesses casos pode ser aplicado uma multa de cinco mil reais, e o carro ser apreendido.

O empasse entre o tema divide opiniões, por um lado a população defende que haja o silencio nas regiões da cidade e por outro lado, os donos de bares e artistas em geral defendem seus direitos em continuar promovendo a cultura nas cidades e garantem que a lei do silencio da maneira que esta escrita pode ocasionar em extinção da cultura local.