26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Bernal afirma que Alex não é seu porta voz em relação a questões políticas

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) começa o ano sob divergências não só em relação aos vereadores da oposição mas também dentro da sua base aliada. Bernal disse hoje pela manhã que o vereador Alex do PT, seu líder na Câmara Municipal não é porta voz das alianças políticas políticas entre prefeito e vereadores e que apenas o secretário municipal de governo e relações institucionais Pedro Chaves pode falar com propriedade sobre o assunto.Questionado sobre a divergência numérica entre os cálculos de Alex e Chaves acerca da quantidade de vereadores da base do prefeito, Bernal respondeu: "Pedro Chaves afirma que são 14, este é um número significativo e Alex não é o porta voz para este assunto", afirmou o prefeito. Se Alex que é o líder de Bernal e a principal ponte entre o prefeito e os vereadores não pode ser considerado porta-voz de Bernal quem será? Deixar tudo a cargo de Chaves que, inclusive, já anunciou que deixará Bernal em maio para cuidar da campanha do senador Delcídio do Amaral ao governo do Estado, pode trazer problemas de ordem política para o prefeito, que parece não estar atento a isso e começa a dar sinais de que, ao contrário do Alex afirma, está centralizando informações. Parece que a declaração de Bernal abalou até mesmo Pedro Chaves, que após ouvir Bernal, voltou atrás e disse ter confirmado apenas 12 vereadores. Chaves ainda tentou amenizar a situação afirmando que deve ter havido algum erro de comunicação, o que tem sido frequente na equipe que assessora o prefeito, entre os envolvidos no assunto que justifique a divergência de números. Questionado sobre os nomes dos novos vereadores, Chaves, com muito esforço, conseguiu lembrar apenas de Jamal Salém (PR) e Alceu Bueno (PSL), o que soma 11 vereadores e não 12. Questionado sobre o 12° nome, Chaves, desistiu de tentar lembrar e se comprometeu a comunicar à imprensa o nome do novo aliado ainda na tarde de hoje. Heloísa Lazarini e Diana Christie