03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Bernal não aparece em oitiva da Processante e vereadores se reúnem para decidir se prosseguem com oi

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não compareceu à oitiva marcada para às 9h de hoje, quando ele deveria depor e se defender das acusações denunciadas contra ele que deram origem à Comissão Processante.

Segundo o advogado do prefeito, Jesus Sobrinho, Bernal solicitou aos vereadores, por ofício, que sejam suspensas as atividades da Comissão Processante até que seja nomeado um novo membro no lugar do vereador cassado, Alceu Bueno (PSL).

Outro pedido feito pelo prefeito é o cancelamento da data de hoje nos autos da Comissão processante como sendo a data de de sua oitiva, uma vez que, conforma defesa de Bernal, a comissão não poderia trabalhar sem todo seu efetivo completo.

Os vereadores Edil Albuquerque (PMDB), presidente da Comissão Processante, e Flávio César (PT do B) relator decidiram se reunir, durante meia hora, com a Procuradoria Jurídica da Câmara para analisar a legalidade e a procedência das solicitações do prefeito. Ambos preferiram não comentar o assunto com a imprensa, que aguarda o final da reunião.

Para o vereador, Paulo Siufi (PMDB), que foi até à Câmara para acompanhar o depoimento do prefeito, a ausência de Bernal é prejudicial a ele mesmo. "Acho uma pena, pois essa seria a única oportunidade de Bernal provar, como ele mesmo diz, que a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote não tem fundamento. Ele perdeu sua única oportunidade de se defender", afirma.

Heloísa Lazarini e Diana Christie