27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

Bernal quer identificar guardas municipais que fizeram campanha contra ele durante votação de cassaç

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), anunciou hoje à tarde, enquanto discursava sobre a importância da aquisição das 14  novas viaturas da Guarda Municipal, que pretende identificar os guardas municipais que fizeram campanha a favor de sua cassação na última quinta-feira, no dia da votação do relatório da Comissão Processante. 20140102_152010 Segundo Bernal, os guardas portavam faixas com dizeres ofensivos em relação a ele. "Quero identificar quem fez isso, pois um servidos tem que respeitas seu colega e eu como prefeito sou seu colega de trabalho. O servidor público não pode embarcar nessa de quem perdeu a eleição e não teve voto suficiente para se reeleger e agora quer dar o golpe", afirmou o prefeito. Bernal usou seu discurso para, mais uma vez, defender a tese de que está sofrendo um golpe político. O prefeito aproveitou o exemplo dos guardas municipais e criticou o grupo de vereadores e políticos que, segundo ele, estão usando alguns servidores municipais como "massa de manobra" para atender a interesses políticos próprios. "Veja o caso dos guardas municipais remanescentes, nós contratamos todos eles, mas infelizmente antes disso eles foram usados politicamente para desgastar nossa gestão", defendeu Bernal. A frase foi aos 77 aprovados no concurso de Guarda Municipal de 2009, que foram convocados pela prefeitura apenas um dia antes do prazo final e depois de protestos na Câmara Municipal. O prefeito ainda destacou que os aprovados farão exames psicológicos para atestar seu equilíbrio emocional. "Eles farão esses exames pois um servidor que trabalha com a segurança das pessoas tem que demonstrar discernimento e equilíbrio emocional", disse Bernal. Heloísa Lazarini