01 de outubro de 2020
Campo Grande 41º 24º

Biffi critica Azambuja e ressalta que tucanos devem lutar mais pelo PT

Depois do encontro regional PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), realizado no último sábado em Dourados, em que os tucanos discutiram claramente o possível lançamento da candidatura de Reinaldo Azambuja ao governo do Estado, inclusive contando com apoio de partidos como DEM E PSB, o deputado federal Antonio Carlos Biffi afirmou que os tucanos precisam lutar mais pela aliança e deixou claro que, quem perde caso a aliança não seja concretizada, é o PSDB.

“Claro que o Delcídio está se esforçando ao máximo para fazer essa aliança, mas quem deveria se esforçar mais é o Reinaldo, porque o Delcídio aparece à frente das pesquisas, não teremos problema caso a aliança seja rejeitada pela executiva nacional porque temos um forte candidato. Quem tinha que bater no peito para defender essa aliança é o PSDB que precisa dessa força muito mais que o PT”, explica o deputado.

Em relação ao prefeito de Dourados Murilo Zauith (PSB), presidente regional do PSB, que conversou com Azambuja e ofereceu o partido para compor na chapa majoritária do PSDB, Biffi (PT) avalia como natural a atitude de Zauith, que segundo o deputado, também fez o mesmo pedido ao senador Delcídio do Amaral (PT). O deputado destaca ainda, que seu partido não vê o PSDB como prioridade e está conversando com outros partidos que demonstraram apoio aos petistas e ressalta que Azambuja deveria aproveitar a oportunidade de disputar o Senado, já que o governador André Puccinelli (PMDB) optou por não ser pré-candidato.

“O PSDB não é prioridade, estamos defendendo essa aliança sim porque é algo bom para o Estado, mas temos muitos outros partidos fortes e importantes que já demonstraram apoio ao PT, temos o PR, o PDT, o PROS, PSC, PC do B, entre outros. Nosso foco é unir forças para oferecer o melhor ao Estado. O Reinaldo deveria aproveitar a chance que está tendo, porque depois da decisão do governador, ele é o candidato mais forte para o Senado e deveria aproveitar essa bela chance, mas se ele está tendo atitudes de não defender a aliança, significa que não tem vontade de ser pré-candidato ao Senado”, finaliza Biffi.

Dany Nascimento