15 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

EXONERADO

Bosco Martins deixa o cargo de diretor-presidente da TV Educativa

João Bosco vai assumir a assessoria da Segov e Francisco Carlos Victorio da Silva é quem assumirá seu lugar

No Diário Oficial do Estado (DOE-MS) foi publicada a exoneração de João Bosco de Castro Martins, que desempenhava há seis anos (desde 2015, quando Reinaldo Azambuja assumiu seu primeiro mandato) a função de diretor-presidente da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul.

Figura pública, Bosco - como é conhecido - deixa o cargo e passa a assumir a Assessoria da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), segundo o decreto assinado pelo Governador Reinaldo Azambuja.

Nascido em Joboticabal (SP), tanto pelo Estado de São Paulo, quanto por Mato Grosso do Sul, desempenhou seu jornalismo com primor, acumulando cargos e histórias ao longo da carreira. Foi repórter da Rede Globo, diretor-executivo da Fundação de Cultura de MS, diretor de jornalismo no jornal Correio do Estado, além da passagem pela EPTV de Ribeirão Preto.

Apaixonado por poesia, Bosco acumula também registros ao lado do poeta cuiabano Manoel de Barros, de quem foi amigo e guarda memórias em seu portal Blog do Bosco.

Quem assume o cargo deixado por Bosco é Francisco Carlos Victorio da Silva, que deixa a atual função de secretário especial da Secretaria Estadual de Governo e Gestão Estratégica (Segov), mas mantém o cargo que ocupa desde o início da gestão tucana de Reinaldo Azambuja, a responsabilidade como chefe de Comunicação do governo de MS.