05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Eleições 2016

Caarapó: Palma bate Valério em disputa polarizada, segundo Ipems

Se as eleições pra a Prefeitura de Caarapó fossem hoje, com uma disputa polarizada entre o ex-prefeito Mateus Palma (PSDB) e o atual, Mário Valério (PR), o primeiro venceria com grande facilidade. De acordo com o Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul), Palma tem 60,16% das intenções e voto, enquanto Valério chega a 28,74%. Os indecisos somam 11,11%.

O Ipems ouviu 300 eleitores nos dias 5, 6 e 7 deste mês, em todos os bairros, nos distritos de Cristalina e Nova América, além da reserva indígena Te'Yikue. Com margem de erro de 5,66% e 95% de grau de confiança, a amostragem está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul com o número NS/01561/2016.

REJEIÇÃO - O favoritismo de Palma e reforça com o levantamento do Instituto sobre a rejeição dos dois possíveis candidatos. Valério é o mais citado (22%) pelos eleitores na resposta à pergunta sobre em qual candidato não votariam de jeito nenhum. O atual prefeito tem mais que o dobro da rejeição atribuída a Mateus Palma (9,46%).

Para os mais experientes e acreditados observadores políticos do Estado, quando uma pesquisa quantitativa indica comportamentos ou intenções eleitorais de forte coerência para preferência e rejeição, como no caso de Caarapó, é fundamental que os estrategistas se aprofundem na avaliação de dados qualitativos. No confronto entre Mateus Palma e Mário Valério, a pesquisa indica um processo evidente de consolidação de uma tendência do eleitorado.

Há outros fatores que poem explicar a larga vantagem de Palma. O ex-prefeito comandou uma administração empreendedora, que não estaria recebendo reconhecimento tão amplo se não tivesse deixado marcas efetivas de aprovação da comunidade. E na atual conjuntura política do País, vigora um sentimento de desconfiança e de reprovação que faz dos prefeitos – pela proximidade das eleições – um dos maiores alvos da insatisfação popular.