22 de maio de 2022
São Paulo 23º 11º

'Suspeita de quebra de decoro'

Câmara sugere 'dobradinha' entre MPE e Comissão de Ética para investigar vereadores

A- A+

O presidente em exercício da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Flávio César esteve na tarde da última quarta-feira (9), na sede do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul para entregar pessoalmente a resposta ao Ofício encaminhado pelo procurador-geral de Justiça, Humberto de Matos Brites. O Procurador havia enviado à Casa de Leis Ofício cobrando providências do Legislativo Municipal acerca de vereadores envolvidos em investigações.

 De acordo com o presidente, Flávio César, o objetivo foi entregar em mãos a resposta ao pedido de providências encaminhado pelo Ministério Público. “Deixamos claro que a Câmara está efetivamente cumprindo seu papel, dentro da lisura e do que preconiza o Regimento Interno. O Ministério Público nos recomendou que tomássemos as providências cabíveis e vimos a real necessidade de se criar essa Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, que é o fórum legítimo segundo a Resolução 1.044/03”, destacou. 

Acompanhamento
Por meio do presidente, foi feito um convite para que o Ministério Público encaminhe um representante para acompanhar os trabalhos da Comissão de Ética. “É importante para dar total legitimidade, transparência e segurança à sociedade de que a Câmara Municipal não irá se furtar de cumprir o seu papel, buscando dar uma resposta o mais rápido possível em relação aos fatos investigados”, afirmou Flávio Cesar.