26 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

QUEDA

Cerca de 95 milhões de brasileiros querem impeachment de Bolsonaro

Pesquisa revela que somente 20% da população vê verdade nos discursos de Bolsonaro

Leia também

• Impeachment de Trump começa a ser julgado no Senado

• Frota entrará com pedido de impeachment de Bolsonaro

• Bolsonaro está isolado e pode sofrer impeachment, diz o aliado Major Olimpio

• Ciro protocola pedido de impeachment de Bolsonaro; Maia tem 24 casos

• Moro revelou crimes de Bolsonaro passíveis ao impeachment, diz deputado

• Apoio ao impeachment de Bolsonaro alcança 54%, diz pesquisa

• Impeachment de Bolsonaro divide o país, diz Datafolha

• Cerca de 95 milhões de brasileiros querem impeachment de Bolsonaro

A pesquisa Datafolha publicada nesta 3ªfeira (28.abril) aponta que o Brasil está dividido sobre a abertura do processo de impeachment, visto que 48% da população é contra, mas 45% a favor, o que significa o apoio de aproximadamente 95 milhões de brasileiros à abertura do processo para destituir o presidente do cargo. Do começo de abril  até a última 2ªfeira, saltou de 37% para 46%  os que apoiam a renúncia de Bolsonaro e caiu em 9 pontos os que apontam que ele não deveria renunciar (50%).

Em relação à pandemia de coronavírus, a avaliação de Bolsonaro tem recorde de ruim e péssimo,  que chega a 45%, um crescimento de 12% desde março; já o ótimo e bom caiu 13%. A crise que atinge o governo se agravou ainda mais após a demissão do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que deixou o superministério, fazendo acusações de que o presidnete queria transformar a Polícia Federal na Polícia da Família Bolsonaro, para proteger seus filhos e emperrar processos contra ele no Supremo Tribunal Federal. Em mensagem enviada para Moro, Bolsonaro diz que a PF estar na cola de parlamentares do centrão, sua nova base, era motivo para exonerar Maurício Valeixo, o ex-diretor geral da Polícia Federal.  

A avaliação do governo Bolsonaro tem 38% de ruim e péssimo e 33% de ótimo e bom. Chama a atenção que 49% dos consultados acreditam que Bolsonaro não tem capacidade de liderar o país e apenas 45% acreditam que ele tem condições de gerir.  

VEJA AQUI A PESQUISA COMPLETA 

Sobre a saída de Sergio Moro, a maioria dos consultados por telefone aponta que 52% acreditam que Moro fala mais verdades que o presidente e somente 20% veem verdade no discurso de Bolsonaro. E 56%  contra 28% acreditam que o presidente da República queria mesmo intervir na Polícia Federal e que Moro fez bem em pedir demissão.

A saída de Sérgio Moro fez a população ser mais pessimista no tema combate à corrupção (41% acredita que vai piorar);  na segurança pública este percentual é de 36%.

Deste modo, a tendência das pesquisas aponta  para uma reprovação cada vez maior da população e que o impeachment ou renúncia pode crescer e nas próximas pesquisas já ser maioria.

VEJA OS GRÁFICOS