16 de janeiro de 2021
Campo Grande 28º 22º

DEM pode desistir de apoiar tucanos caso aliança com PT se concretize

Ao contrário do que pensa o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), o partido Democratas pode desistir de seguir o caminho do pré-candidato ao Senado, deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), caso a aliança entre tucanos e petistas se concretize no Estado.

Para o presidente regional do DEM, deputado federal Luiz Henrique Mandetta, Mato Grosso do Sul precisa de renovação. “Para o DEM, a terceira via seria o que a gente mais acredita. É preciso sair um pouco dessa polaridade PT / PMDB até porque o povo já cansou desse arroz com feijão. O povo está querendo uma lasanhazinha. Acho que está na hora de nascer uma proposta alternativa”, declarou.

Segundo Mandetta, Azambuja é o pré-candidato “natural” para a renovação que o DEM deseja, mas as alianças ainda podem ser reconsideradas. “Estamos procurando partidos para isso. O Azambuja seria uma união natural até para as convergências de ideias que nós temos a nível federal e isso poderia ser repercutido em nível estadual. O Reinaldo pediu um tempo para analisar essas parcerias e nós também estamos estudando”.

Outra possibilidade apontada por Mandetta estaria no PSB (Partido Socialista Brasileiro) que pode ainda lançar candidato com o objetivo de criar palanque para o presidenciável Eduardo Campos (PSB). Um dos nomes cotados para a disputa pelo PSB é o do prefeito de Dourados Murilo Zauith.

Diana Chrsitie e Tayná Biazus