18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

Deputados de partidos aliados a Dilma vão aderir às manifestações contra presidente dia 15

A- A+

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul têm se mostrado favoráveis à manifestação que acontecerá em todo Brasil no próximo dia 15 contra presidente Dilma Rousseff (PT). Até mesmo parlamentares de partidos aliados a Dilma se dizem a favor do protesto diante do descumprimento de promessas por parte da presidente.

?Para o pedetista Beto Pereira, a manifestação é legítima e que o movimento deve ser respeitado."Vou como cidadão em respeito ao meu eleitorado, pois a presidente prometeu muitas coisas em campanha e não cumpriu.Os eleitores estão insatisfeitos", diz Beto.

Segundo o deputado, o aumento da gasolina, do diesel, das taxas de energia, tudo isso contradiz as promessas de campanha de Dilma e por isso é justo que a população que a elegeu reclame.

Assim como Beto,o deputado Renato Câmara, do PMDB,partido aliado a Dilma nacionalmente, enxerga as manifestações como um ato de defesa da população na tentativa de pressionar governo a reduzir as altas cargas tributárias aplicadas recentemente. "O que foi prometido por Dilma não foi colocado em prática. Eu me sinto lesado financeiramente e ideologicamente", diz Câmara.

O deputado do PSB Barbosinha também é favorável ao protesto por entender que o Brasil não vai bem. "A população não aguenta mais tantos impostos. Se houver manifestação aqui vou apoiar".