26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

Deputados repercutem proposta da pensão alimentícia

Clayton Neves e Tayná Biazus

O deputado estadual Lídio Lopes (PEN) afirmou na manhã de hoje no plenário da Assembleia Legislativa em Campo Grande que é contra a prisão em regime fechado para acusados pelo não pagamento de pensão alimentícia. O deputado que é advogado criminalista ressaltou a superlotação nos presídios. “Se atualmente já não existem vagas nos presídios para prender presos mais perigosos receber essas pessoas só vai resultar em uma superlotação”, disse.

Lídio Lopes ainda lembrou da necessidade em se dar oportunidade para que os pais inadimplentes possam corrigir o erro. “Se no semiaberto tendo oportunidade de emprego muitas vezes as pessoas não pagam a pensão, imagina no regime fechado”, pontua.

Para o deputado estadual Osvane Ramos (Pros) a detenção é uma forma de penalizar quem toma uma atitude em desconformidade com a lei. “É claro que cada caso é um caso, porém, o ônus que a pessoa inadimplente paga é a prisão”, relata.