20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

POLÍTICA

Efeito cascata leva diretor da MS Gás à presidência do Detran-MS

Morte de Lazarine promove mudança nas Secretarias de Estado em MS

O Governo do Estado nomeou oficialmente Rudel Espíndola Trindade Júnior para o cargo de diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS). A nomeação está no Diário Oficial desta segunda-feira (9), assinada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Ele substituirá, Luiz Carlos da Rocha Lima, que passará ao cargo de Assessor Especial da Secretaria de Governo, após antigo assessor, ex-prefeito de Amambai e ex-deputado estadual Dirceu Lanzarini, ser assassinado no último dia 24 de fevereiro, por um funcionário de sua fazenda durante discussão.    

Rudel ainda é diretor-presidente da Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul (MS Gás), deixará o cargo para assumir o Detran-MS. 

O novo diretor-presidente do Detran-MS já esteve diretor-presidente na Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), já ocupou o cargo no Detran-MS, na gestão de Wilson Barbosa Martins, na década de 1990, e deu início a vários projetos, como o Detranzinho além de ter ampliado a estrutura do órgão, que segundo denunciou o Correio do Estado, encontra-se agora, em estado de 'abandono'. 

Rudel entra no lugar de, que era ocupado pelo ex-prefeito de Amambai e ex-deputado estadual Dirceu Lanzarini, assassinado no último dia 24 de fevereiro pelo funcionário de sua fazenda, durante uma discussão com o mesmo.  

Já a MS Gás, deve ser assumida pelo diretor adjunto, Rui Pires dos Santos.