24 de julho de 2024
Campo Grande 31ºC

Enfraquecido, Olarte pode contar apenas com Edil e Siufi no PDMB

A- A+

Os vereadores do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) continuam divididos quanto à definição da base do prefeito Gilmar Olarte (Sem partido). “O PMDB não sei, mas eu continuo na base. Olarte tem meu apoio”, afirma Siufi.

Vale lembrar que Siufi, que mantém a defesa ferrenha de Olarte, indicou diversos comissionados na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e também é primo de Lilian Maksoud, diretora-presidente IMPCG, na Capital, indicada por ele.

Apesar do partido fazer parte da base do Prefeito, alguns dos vereadores já demonstraram claramente o descontentamento com a gestão municipal, o que caminha para a oposição.

A vereadora Carla Stephanini declarou ser independente e deve votar a favor da abertura da comissão processante. Em Campo Grande, a sigla tem seis vereadores, apenas Siufi e Edil demonstram permanecer fiel a administração municipal.

Stephanini programou para está tarde (20) uma panfletagem onde pede para a população reagir, a campanha tem o slogan "Reaja Campo Grande". A manifestação em alusão à administração de Olarte, que caminha de mal a pior. 

Até então, Siufi e Edil são os peemedebistas mais próximos a Olarte, porém, surgiram hoje indícios de que o vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB), possa "fazer as pazes" com Olarte. O atual produtor de seu programa na televisão, Marcos Roker, foi anunciado hoje pelo chefe de gabinete do Prefeito, Paulo Matos, como novo diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, que desde saída de Juliana Zorzo estava interinamente sob comando de Rodrigo Pimentel, atual secretário de governo. A nomeação oficial de Marcos deve acontecer na próxima semana.