14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Troca troca

Estado deve ser representado por brasão e não logo individual de gestor, diz governador

A- A+

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nega que a intenção de retomar o uso do brasão de Mato Grosso do Sul nos uniformes escolares e nos materiais de publicidade do governo estadual seja uma forma, ainda que discreta, de desvincular sua administração da antiga gestão de André Puccinelli (PMDB), que tem sido alvo constante de críticas de Reinaldo.

De acordo com o governador, usar o brasão é uma forma de valorizar o Estado. "Não é para desvincular e sim porque esse é o exemplo a ser seguido. Um governo não pode mudar a marca do Estado criando uma marca própria de administração", explica.

?No governo de André Puccinelli, o brasão, de fato, era pouco utilizado, e fora substituído pela logomarca do MS Forte, I depois II, que, sem dúvida, foi o maior programa de desenvolvimento econômico e social desenvolvido pelo estado sul-mato-grossense.