24 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 21º

EDUCAÇÃO

Flávio Dino anuncia novo piso salarial, de R$ 6,3 mil, para professores no MA

Estado inaugura 25 novas escolas estaduais em tempo integral e governador maranhense diz que passará 100% dos valores do FUNDEB para a folha de salários

O governador do Maranhão Flávio Dino, do PCdoB, anunciou pelo Twitter na manhã desta segunda-feira (3) que o novo piso salarial para professores que trabalham 40 horas semanais nas escolas do Estado é de R$ 6.358,96. A proposta do governo será enviada à Assembleia Legislativa maranhense.

“Tomei a decisão de repassar 100% dos valores do FUNDEB para a folha de salários, e complementar com recursos próprios do Estado. A essência da aprendizagem reside nos professores. Dessa decisão resulta reajuste de até 17,5% nas menores remunerações (piso)”, tuitou.

Na publicação, Dino, que é um dos pré-candidatos do campo progressista para as eleições presidenciais de 2022, lembrou que o piso nacional para a categoria, imposto por Jair Bolsonaro, é de R$ 2.886,24. Dino também é contra a adoção de escolas militares orientada pelo Ministério da Educação. Bolsonaro o chama de comunista e diz que estado forma militantes. Apesar do discurso de Bolsonaro, é Dino quem está valorizando os educadores do Maranhão.  

 

ESCOLAS INTEGRAIS 

Nesta segunda-feira, cerca de 325 mil estudantes matriculados nas mais de 1 mil unidades escolares da rede estadual de ensino na capital e nos outros 216 municípios maranhenses iniciam o ano letivo.

Este ano houve mais um importante avanço na expansão da Rede Estadual de Ensino Integral. Em 2014, o Maranhão não tinha nenhuma escola nessa modalidade. Em 2020, a rede chega à marca de 74 escolas de Ensino em Tempo Integral, são 25 unidades a mais que no ano passado e uma Escola Bilíngue, com Educação Infantil, a primeira do estado nesta modalidade.