07 de agosto de 2020
São Paulo 39º 24º

Francisco Maia diz que Leilão da Resistência fortaleceu grupo dos produtores rurais

francisco maia

O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, afirmou hoje de manhã que foram arrecadados aproximadamente um milhão de reais no Leilão da Resistência realizado em Campo Grande.

Para Francisco Maia, o resultado financeiro do leilão é o que menos importa no momento, o que importa para ele é a integração dos produtores rurais durante o evento que fortaleceu o grupo.

“Durante o evento nós sentamos e debatemos sobre as principais ideias do grupo. Percebi que nosso grupo está cada vez mais amadurecido politicamente, é isso é bem importante. O próximo passo agora é fazer com o que o governo aceite nossas propostas”, declarou.

Sobre os conflitos no campo entre os índios e os produtores, Maia disse que essa é uma questão crônica, crítica e antiga que está perto de acabar. “Já estamos a tempos tentando resolver essa situação onde é feita uma injustiça com os produtores que são donos legítimos das terras que os índios insistem em reivindicar”, salientou.

Francisco Maia ainda disse que a compra da região da fazenda Buriti localizada próxima à Sidrolândia, distante 70 km de Campo Grande, vai abrir caminho para outras demarcações como o mesmo perfil. “Desta maneira outras demarcações podem ser realizadas, assim não haverá mais a necessidade de os índios invadiram as terras que não os pertence”, finalizou.

Alan Diógenes