26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Índios protestam em evento com Ministro da Saúde em Campo Grande

Além de os médicos de Campo Grande estarem presentes no seminário “Mais Médicos para o Brasil, Mais Saúde para os Brasileiros”, que conta com a participação do Ministro da Saúde,  Arthur Chioro, os índios Terenas que participaram da reintegração de posse da Fazenda Buriti há exatamente um ano, também se fazem presente. No dia 31 de maio de 2013, em Sidrolândia – distante 70 quilômetros de Campo Grande – aconteceu um confronto durante a reintegração de posse da Fazenda Buriti entre policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), PF (Polícia Federal) e índios que acarretou na morte do índio Terena Oziel Gabriel. O irmão de Oziel, Otoniel Terena, esta presente no evento com o objetivo de cobrar o Ministro da Saúde, , por uma dívida, que de acordo com Otoniel, Arthur tem com os Terenas. “ Nós pedimos a troca do Coordenador Regional da Sesai (Secretaria de Saúde Indígena)),Nelson Ozalar, e isso não aconteceu”. Além da troca do nome, Otoniel diz que outro motivo de estar presente no local PE para reivindicar a morte de Oziel que até hoje não houve explicações. “ Não tem cabimento falares que o tiro que matou meu irmão partiu dos índios, foram os policiais que o mataram, queremos que a justiça seja feita” O índio Terena informou que neste momento há outro manifesto na praça do Rádio, onde mais de 100 pessoas participam reivindicando a morte de Oziel Gabriel. Oziel deixou dois filhos, um de 15 anos e outro de 18 anos. Tayná Biazus e Dany Nascimento