26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Justiça multa Nelsinho por suposta propaganda eleitoral antecipada

O pré-candidato ao governo do Estado pelo PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) Nelson Trad Filho concedeu entrevista para alguns veículos de imprensa fez alguns comentários em redes sociais. O que a Justiça Eleitoral acabou interpretando como propaganda política antecipada e multou o ex-prefeito. A decisão foi publicada nesta sexta-feira (14), no Diário Oficial do Tribunal Regional Eleitoral, como multa prevista pelo artigo 36 da Lei nº 9.504/97 que sofre variações de R$ 5 mil a R$ 25 mil, porém foi fixado a Nelsinho o mínimo legal por ser sua primeira violação.

Sobre a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, a assessoria de imprensa de Nelsinho garante que “as entrevistas foram realizadas com manifesto teor jornalístico com uma análise política sobre eleições que se aproximam, sem que haja pedido de votos, o que não caracteriza a realização de propaganda eleitoral antecipada".

O candidato segundo a assessoria, não teve intenção de ferir a legislação eleitoral vigente, tanto em relação as entrevistas para órgão de imprensa quanto em qualquer declaração nas redes sociais. Nelsinho garantiu que vai recorrer a decisão do TRE/MS e acredita na justiça.

Para a Justiça Eleitoral, as entrevistas ficaram caracterizadas como propaganda antecipada porque as campanhas serão permitidas apenas a partir do dia 5 de julho deste ano.

Dany Nascimento