30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Mandetta reclama da "falta de consideração" de Dilma na reforma tributária de medicamentos

É cada vez mais nítida a insatisfação do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) quando o assunto é a reforma tributária de medicamentos, já que segundo o deputado, os medicamentos brasileiros são extremamente caros devido à carga tributária e a presidente Dilma Rousseff (PT) não pretende dar importância para o assunto.

“Eles não querem tocar neste assunto porque o governo está quebrado, eles preferem empurrar com a barriga. O PT (Partido dos Trabalhadores) tem 430 deputados na base aliada e eles fazem o que a Dilma manda, ou seja, ela prefere fazer política, reduz impostos de carros e depois volta a cobrar e assim vai fazendo. O país permanece no mesmo lugar e não tem nenhum retorno. Eu tenho consciência de que este assunto não será debatido enquanto o PT permanecer no poder”, afirma Mandetta.

O deputado garante que este assunto é prioridade do DEM (Democratas). “É prioridade absoluta do nosso partido. Nosso objetivo é deixar o Brasil competitivo, visado, nosso foco é trabalhar pelo trabalhador brasileiro”.

Demonstrando total insatisfação com a administração de Dilma, Mandetta afirma que o Brasil está “parado, quebrado. Os outros países não tem interesse pelo Brasil, porque não tem como você se interessar por um país que cobra imposto e não oferece nenhum retorno ao cidadão”.

Dany Nascimento