19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

MS

MPE arquiva caso Bernal acusado por omissão de informação

"O inquérito foi instaurado, os vereadores do mandato passado alegaram ter feito mais de 12 mil requerimentos com pedidos de informação à Prefeitura"

A- A+

O Conselho Superior do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) decidiu, por unanimidade arquivar um inquérito civil que tinha como alvo o ex-prefeito Alcides Bernal (PP) por suposta omissão de informações.

O inquérito foi instaurado no último ano da gestão de ano Bernal, por uma denúncia da Câmara Municipal, que alegava ter feito uma série de requisições de informações à Prefeitura, as quais não foram atendidas.

Entre agosto de 2015 e julho de 2016, quando o inquérito foi instaurado, os vereadores do mandato passado alegaram ter feito mais de 12 mil requerimentos com pedidos de informação à Prefeitura. Desses, 388 teriam sido respondidos.

A decisão do Conselho se baseou no fato de já ter passado pelo MPE-MS um inquérito semelhante, com o objetivo de “apurar alegada omissão do poder Executivo municipal quanto às indagações do Poder Legislativo”, que também foi arquivado.

Ambas as investigações correram em sigilo. A decisão unânime do conselho seguiu o voto da conselheira Lenirce Aparecida Avellaneda Furuya.