30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

FARRA

Município na miséria e prefeito ganha R$ 32,5 mil em MS

Salários de prefeitos de pequenos municípios são maiores do que o pago a 23 governadores

Prefeito de Rio Brilhante, Donato Lopes da Silva (PSDB), ganha salário superior ao de 27 governadores brasileiro.  O gestor da pequena cidade no interior de Mato Grosso do Sul, coloca no bolso mensalmente mais de R$ 32,564 mil.

A cidade tem cerca de 12,7 pessoas na miséria com renda per capita (cabeça) de R$ 522,50, em acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 33,9% dos moradores possuem renda per capita mensal inferior a meio salário mínimo. Ou seja, 12.720 pessoas vão precisar trabalhar cinco anos e dois meses para acumular o valor pago em um único mês ao prefeito da cidade, conforme noticiou o site O Jacaré.  

Com gestor ganhando salário de primeiro mundo, o município sofre com falta de recursos públicos, com postos de saúde precários até mesmo sem ventilador. “Faltam remédios, postos de saúde [estão] até sem ventilador na recepção”, exemplificou o opositor advogado e ex-prefeito Sidney Foroni (MDB). “Dentistas (estão) praticamente paralisados por falta de equipamentos, cadeiras sem compressor”, lamentou.

O gestor emplaca cinco mandatos no município. Para traçar um comparativo. Rio Brilhante tem 37.514 mil habitantes, enquanto a Capital tem quase 900 mil, no entanto, o prefeito de Rio Brilhante ganha salário 53% maior que o de Marquinhos Trad (PSD). 

A prefeita da segunda maior cidade de MS, Dourados, Délia Razuk (PTB), ganha 135% a menos que Donato, olha que Dourados tem 222,9 mil habitantes.  Incrivelmente, o MS Notícias falava sobre o salário de Marcelo Iunes (PSDB), de Corumbá, que ganha R$ 26 mil, e Hélio Peluffo (PSDB), de Ponta Porã, que recebe R$ 24.117,62, mas Donato conseguiu bater os dois. 

O prefeito de Rio Brilhante tem salário superior a 23 governadores, inclusive dos estados mais populosos do País, como São Paulo (R$ 23 mil) e Rio de Janeiro (R$ 19,8 mil). O tucano ganha quase três vezes mais que os R$ 11.440 pagos por mês ao governador Romeu Zema (Novo), que comanda Minas Gerais, segundo estado mais populoso com 21,1 milhões de moradores.

*Com informações do site O Jacaré.