14 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

Para Chiquinho e Siufi bernal está ficando

Clayton Neves

Os vereadores Chiquinho Telles (PSD) e Paulo Siufi (PMDB) que integraram a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do calote alegaram na tarde de hoje que caso seja feito, dificilmente o pedido de cancelamento da Comissão Processante, irá ser aceito pela justiça.

Hoje pela manhã o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), afirmou que vai pedir junto a justiça o cancelamento da Comissão que foi aberta para investigar possíveis irregularidades em sua administração. Bernal alega que os vereadores que participaram da CPI do Calote não poderiam ter votado na abertura da Comissão Processante.

Chiquinho Telles afirma que todo o processo tanto da CPI, quanto da Comissão foram feitos de acordo com a lei e que o prefeito tenta fugir de todas as formas da investigação. “Não fazemos as coisas de qualquer jeito, ele quer achar uma brecha, mas não vai encontrar. O que não entendo é porque tanto medo dessa investigação”, disse.

Já Paulo Siufi alega que todos os procedimentos foram feitos de forma legítima e que as atitudes do prefeito pode acabar o comprometendo. “A processante é pra ele se justificar, ele não querer enfrentá-la nos leva a crer que existe algo de errado”, disse.  Siufi completa dizendo que o “o prefeito deve ser transparente, afina, ele não é um ditador”.