12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Pedra critica aplicação de multas por guardas municipais e gera confusão na Câmara

A- A+

O vereador Paulo Pedra (PDT) apresentou há pouco na Câmara um requerimento solicitando ao secretário municipal de segurança pública Valério Azambuja que comparecesse à Câmara para explicar o motivo pelo qual guardas municipais estão aplicando multas de trânsito.

Segundo Pedra, quando a lei que autorizou a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública foi aprovada, todos os itens referentes a multas foram retirados, por isso, a ação seria uma infração à lei.

De acordo com o vereador, estudantes da Uniderp o procuraram para registrar uma denúncias de que hoje pela manhã, guardas municipais multaram todas as pessoas que estacionaram carros em um terreno abandonado ao lado da universidade. "Não se pode multar alguém por estacionar um terreno baldo, A responsabilidade do terreno é do proprietário", disse Pedra.

O vereador Alex do PT, pediu a palavra a disse que, segundo informações recebidas por ele, o terreno era da prefeitura, mesmo assim, Pedra defendeu necessidade de levar o secretário à Câmara para justificar seus atos.

O clima esquentou quando Pedra chamou Azambuja de arrogante e autoritário. O líder do prefeito, Edil Albuquerque (PMDB), entrou na discussão e propôs aos vereadores que convidassem o secretário para uma audiência pública ou reunião, como foi feito com Valtemir Brito, no caso do "tapa-buraco".

Edil argumentou que conseguiria agendar uma reunião ainda esta semana e que o requerimento devido aos trâmites legais, levaria pelo menos, 15 dias para chegar ao secretário. Mesmo assim, o pedetista apresentou o requerimento que foi rejeitado pela maioria dos vereadores, e Edil anunciou a visita de Valério Azambuja à Casa na próxima quinta-feira às 14h.