18 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 22º

FIM DA LINHA

PF prende deputado federal Tio Trutis, em operação que investiga suposto atentado

O suposto atentado contra a vida do deputado foi notícia nacional, porém, ninguém foi preso até hoje e ninguém saiu ferido

A- A+

Operação ‘Tracker’, da Polícia Federal (PF), deflagrada na manhã desta 5ª-feira (12.nov.2020), levou preso o deputado federal do PSL Loester Trutis, conhecido como Tio Trutis. Ele caiu por porte ilegal de arma de fogo, porém, a operação investiga comunicação feita pela deputado de suposto atentado contra ele ocorrido em 16 de fevereiro, onde o carro em que estava com seu assessor teria sido alvejado.

Ele deve pagar fiança, esclarecer os fatos, e ser libertado ainda nesta quinta-feira. As armas encontradas são de uso restrito das opções de segurança. 

O suposto atentado contra a vida do deputado foi notícia nacional, porém, ninguém foi preso até hoje e ninguém saiu ferido, bem como, as condições indicam que tanto o deputado como o seu assessor não poderiam nas condições apresentas terem saídos ilesos do ocorrido. 

Ao todo estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, sendo nove no Estado do Mato Grosso do Sul e um em Brasília/DF, com a participação de 50 (cinquenta) Policiais Federais.

O nome da Operação Policial faz referência ao intenso trabalho investigativo realizado pela Polícia Federal em busca de provas para a completa elucidação dos fatos e identificação e dos autores.

A investigação prossegue em segredo de justiça.

Em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.