27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

Presidente da ACP afirma que declarações de Puccinelli sobre reajuste são lastimáveis

O presidente da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), Geraldo Gonçalves, afirmou no início da tarde de hoje que a recusa do governador André Puccinelli em fechar um acordo com os professores da rede pública estadual é lastimável, tendo em vista a importância do profissional da educação.

“É muito triste tomar conhecimento da recusa do governador em alterar o piso salarial dos profissionais, lamentamos muito porque a esperança da categoria é que ele discutisse o assunto juntamente conosco e aceitasse nossa reivindicação”, afirma.

Hoje pela manhã quando questionado da proposta que faria aos professores para que seja evitada a paralisação , o governador afirmou que “a proposta será 0%”.

Para Geraldo Gonçalves caso nada seja feito, as devidas atitudes serão tomadas. “Os profissionais da educação são muito desvalorizados e não podemos ficar parados, algo deve ser feito”, disse. Ainda segundo o presidente da ACP na próxima terça-feira será realizada uma paralização dos professores que irão as ruas reivindicar a alteração salarial e caso nenhuma atitude seja tomada estudasse a proposta dos professores não iniciarem os trabalhos no ano letivo de 2014.

Clayton Neves