19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Presidente entrega defesa à Câmara enquanto busca votos de indecisos em semana decisiva

A semana na Câmara dos Deputados promete ser agitada. Nesta segunda-feira (4), a presidente Dilma Rousseff entrega sua defesa à comissão especial que analisa o pedido de impeachment, e enquanto isso Governo continua negociando cargos com partidos pequenos que ainda têm deputados indeciso na tentativa de conseguir os 172 votos a favor da presidente.

Termina nesta segunda o prazo de dez sessões da Câmara para a apresentação da defesa de Dilma por escrito no processo de impeachment. A defesa deverá ser entregue à comissão no fim da tarde de hoje pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, que fará a sustentação oral para os integrantes do colegiado. Com a defesa em mãos, o relator da comissão, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), irá elaborar o seu parecer para ser discutido e votado pelo colegiado. Arantes já antecipou que pretende apresentar o parecer até quinta-feira (7).

Conforme Mapa do Impeachment, site que aponta placar de votos dos deputados sobre processo promovido pela organização Vem Pra Rua, até momento 266 deputados são favoráveis à deposição da presidente e 119 são contrários. Há ainda 128 deputados indecisos. Desse total, de 128, Dilma precisa convencer pelo menos 53 parlamentares para garantir que processo de impeachment seja barrado na Câmara. A oposição, porém, A oposição, porém, necessita de um pouco mais de votos, 76.

De acordo com metodologia de pesquisa do site, são computados votos quando os parlamentares já o definiram publicamente por meio de declarações oficiais ou à imprensa.