27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

Presidente Nacional do PPS critica governo Dilma

Heloísa Lazarini

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire chegou hoje, pela manhã, em Campo Grande para participar de um encontro com representantes da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul) para comemorar os 25 anos da Constituição Brasileira, comemorado no última dia 5.

O deputado aproveitou para se reunir com membros do partido no Plenarinho da Câmara Municipal de Vereadores e durante sua visita à Casa de Leis, o deputado defendeu um novo sistema político-econômico e fez duras críticas ao governo petista. Para Freire os tempos de Lula e Dilma causaram um mal à economia nacional. “Lula e Dilma surfaram na onda do populismo e trouxeram grandes problemas para infraestrutura e para a economia do Brasil”, afirma.

Freire criticou o governo petista e afirmou que as políticas sociais praticadas em excesso durante os últimos onze anos de administração do Partido dos Trabalhadores fez com que o crescimento econômico do Brasil desacelerasse. “O crescimento econômico do país nos últimos anos tem sido medíocre, se compararmos com a China, por exemplo, enquanto os chineses cresceram 11%, nós crescemos apenas 3%. Na América Latina, até o México cresce mais que o Brasil”, declarou.

O deputado destacou que o governo petista foi o que menos investiu em indústrias e fez questão de dizer que o Bolsa Família tem custado caro aos cofres públicos. “Esta política de Bolsa Família é uma política pela metade, pois não resolve o problema de desenvolvimento social, que só pode ser solucionado pelo desenvolvimento econômico que depende da geração de emprego para se concretizar”.

Freire ressaltou que o governo petista deveria investir mais na economia nacional e nas indústrias para desenvolver o país e gerar novos empregos ao invés de priorizar programas sociais. “O governo do PT comemora a inclusão de mais famílias no Bolsa Família e não trabalha para ter menos famílias no programa. Um governo que se preocupa com isso não é um bom governo”, declarou.