26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Presidente do PT começa o ano focado nas executivas municipais

O presidente do diretório estadual do PT e prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, afirmou nesta tarde que pretende fortalecer o partido trabalhista internamente primeiro, focando no diálogo com as executivas municipais, antes de buscar novas alianças com outras siglas.

“Agora é o momento do pré-candidato (senador Delcídio do Amaral) buscar as alianças. Mas antes disso, vamos ter reunião com a executiva do PT, entrar em contato com os presidentes das municipais. Não podemos esquecer de cuidar da gestão interna. Neste final de janeiro e início de fevereiro, faremos reuniões internamente e com outros partidos depois. Não pode ficar só na busca de aliados e esquecer de dentro”, declarou.

Segundo Paulo Duarte, o diálogo com outros partidos já existe, mas não é prioridade. Ele conta que prestigiou, por exemplo, solenidade promovida pelo PDT no final do ano passado em Corumbá, onde esteve em contato com o presidente estadual do PDT, João Leite Schimidt. “É um partido importante que faz parte da base da presidente Dilma (Rousseff, PT)”, elogiou.

Paulo Duarte destaca ainda que uma possível aliança entre os pré-candidatos Delcídio do Amaral e Reinaldo Azambuja (PSDB) depende de muito diálogo dentro de ambos os partidos já que a união sofre resistência tanto das executivas nacionais quanto das bases das duas siglas.

“Da relação próxima do Delcídio com Reinaldo, sai essa conversa de que a aliança vai acontecer. Eles vão continuar com a boa relação mesmo se concorrerem entre si. Na política tem no máximo adversário, não tem inimigo. Ainda há um longo caminho a percorrer, dentro do próprio partido (PT). E podemos manter a relação mesmo que ele não esteja conosco nas eleições. Temos que nos submeter ao que a maioria do partido quiser”, afirmou.

Diana Christie