26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

"Projeto do Fundersul não é desvio de finalidade como diz Chico Maia", afirma Mochi

Os deputados aprovaram ontem o projeto de lei nº 057/2014, que permite o uso 50% dos recursos arrecadados pelo Fundersul-Combustíveis (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul) para construção, manutenção e melhoramento de vias públicas nos municípios do interior do Estado. A aprovação não agradou aos produtores rurais que criticaram duramente o projeto alegando que desvia os recursos de Fundersul de seu fim original. O líder do governo da Assembleia, deputado Junior Mochi (PMDB) voltou a defender o projeto que agora volta para o executivo estadual para ser sancionado pelo governador André Puccinelli (PMDB) e garantiu que a medida atende pedido dos prefeitos que não estão recebendo recursos. "Não é 100% do combustível que está sendo destinado para o interior, é 50%. Os outros recursos continuam sendo investidos nas estradas. Não é um desvio de finalidade do Fundersul como disse o Chico Maia." O deputado voltou a defender que o projeto não prejudica os produtores rurais, pois muitos moram nas cidades e querem ela bem cuidada. "Não acredito que isso prejudica o produtor porque ele mora na cidade ou tem fazenda próxima ao município. E os investimentos nas rodovias irão continuar." Heloísa Lazarini e Dany Nascimento