17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Puccinelli rebate críticas a Nelsinho e anuncia quatro aliados do PMDB

O governador André Puccinelli (PMDB) saiu em defesa da pré-candidatura de Nelson Trad Filho ao governo e aproveitou para alfinetar o PT e o ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP). "A população da Capital acreditou em uma utopia votando pela mudança e olha o que aconteceu. Um ex-prefeito cassado, que está sendo indiciado e solicitaram prisão preventiva dele", afirmou. Em seguida, André criticou o PT por ter deixado o governo do Estado "em abandono" destacou os investimentos no setor de educação e segurança pública. Em relação à eleição, André rebateu às críticas de que Nelsinho é um nome fraco para concorrer ao governo do estado como seus adversários políticos têm dito. "Nelsinho não é um diminutivo, criamos esse  nome carinhoso para destacá-lo quando na campanha municipal quando ele saiu vitorioso e me sucedeu", explicou André. Finalizando sua fala, Puccinelli garantiu que o PMDB terá surpresas em relação à vinda de novos aliados, que, por gratidão, deverão se unir à chapa de Nelsinho. "Todos serão chamados para conversar conosco", finaliza. "Temos já o PEN, o Solidariedade, o PTN, o PTdo B, o PRB e até o dia das convenções perguntem e nos cobrem se não teremos o PR", afirmou Puccinelli. Em seguida, o governador ressaltou que seu partido está esperando o PSB, PSD, PTB, PDT e PP, que, segundo ele, "agora estrá em boas mãos", em alusão ao ex-comandante do partido no Estado, ex-prefeito da Capital Alcides Bernal. Heloísa Lazarini