03 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 18º

Puccinelli se nega a entrar em acordo com professores da rede estadual de ensino

O governador do Estado de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), demostrou na manhã de hoje não estar disposto a ceder em relação ao reajuste no salário dos professores do Estado. Questionado sobre a proposta que irá apresentar na reunião com a classe agendada para a próxima segunda-feira, Puccinelli fez uma breve pausa para pensar no assunto e disparou. “0% essa será a proposta”, disse.

Recentemente os professores da rede estadual de ensino ameaçaram entrar em greve caso o Governo do Estado não apresente uma proposta de reajuste salarial. Os professores reivindicam que os salários sejam adequados ao piso nacional para 20 horas.

Em reunião realizada na quarta-feira, dia 13, o Conselho de Presidentes da Fetems e dos 72 Simteds (Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) decidiram que a categoria vai aguardar até o dia 30 de novembro por uma contraproposta por parte do Governo. Caso isso não aconteça, os professores farão uma paralização no dia 03 de dezembro.

Clayton Neves e Diana Christie