24 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 20º

Representantes do PT irão discutir situação de Bernal

Tayná Biazus e Heloísa Lazarini

A decisão se o PT permanece ou não na base do prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) caberá exclusivamente aos membros do diretório municipal. O PT deve se reunir amanhã para discutir o que fazer diante da demora de Bernal em cumprir e seguir as indicações da Carta para Campo grande publicada pelo partido no início da semana.

Entre os itens da Carta consta a criação de um conselho político e ampliação da articulação com outros partidos. Segundo o presidente do diretório municipal Gildo Oliveira, o PT irá decidir sobre o que o partido deseja para Campo Grande e avaliar se o prefeito está de acordo com isso. "Nossa decisão será como sempre coletiva, vamos analisar o que prefeito tem feito em relação ás propostas do PT para Campo Grande", declarou Gildo.

Enquanto isso, os deputados estaduais afirmam confiarem na experiência e no discernimento dos petistas municipais e prometem não interferir na decisão. Segundo deputado estadual Laerte Tetila, ele seus colegas de bancada não foram convocados e não pretendem participar. "A decisão será exclusiva de executiva municipal", afirmou.

Gildo afirmou que Bernal até o momento não se manifestou sobre a Carta do PT. "O prefeito tem o tempo dele, mas para nós ultimamente esse tempo já chegou no limite", declarou.