05 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 16º

Se Câmara for desapropriada, prédio com Executivo e Legislativo juntos pode ser criado

O prazo para a conclusão da obra que sediará o Parque Administrativo municipal foi estendido mais uma vez.  Agora, quem esticou o tempo para que obras sejam inciadas foi o secretário de governo Pedro Chaves. Segundoo Chaves, ao invés de começar a ser construído em janeiro de 204, como havia prometido Bernal, o Parque sairá do papel apenas daqui a seis meses.

Conforme Chaves, a ideia é construir um “Centro Político Administrativo Municipal” que agruparia o Executivo e o Legislativo no mesmo prédio. Ele explica que os prédios das secretarias, da Prefeitura e do Legislativo afastados como ocorre nos dias hoje, atrapalha o andamento de certas questões administrativas de Campo Grande.

“Hoje os prédios estão muito distantes uns dos outros e isso atrapalha a administração. Queremos montar um centro que integre todos os poderes como já é feito em Brasília e Belo Horizonte e tem dado muito certo”, destaca Pedro.

Ainda segundo o secretario quem está cuidando do projeto é o diretor da Planurb (Instituto municipal de planejamento urbano e de meio ambiente), o engenheiro Valter Cortez, e a decisão deve ser tomada pelos próximos dias.

Alan Diógenes