14 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

"Se o prefeito não depor, vai deixar claro que possui uma inteligência mediana" diz Chiquinho Telles

 O depoimento do prefeito Alcides Bernal (PP), convocado pela Comissão Processante (CP), instalada pela Câmara Municipal com a finalidade de investigar supostas irregularidades em sua administração, seria hoje às 14h, mas foi adiado para amanhã às 9h da manhã. De acordo com o vereador Chiquinho Telles (PSD), o prefeito tem depor para provar que não houve irregularidades nos contratos emergenciais firmados pela prefeitura que prestaram serviços em Campo Grande. “Se eu fosse o Bernal, teria juízo de depor, porque a cidade está à espera da declaração dele”, disse o vereador. Chiquinho também relata que, se o prefeito provar sua inocência, vai procurar a imprensa e falar que fez mau juízo de Bernal. “Se provar o contrário, faço com que o meu partido o apoie. Se o prefeito não depor, vai deixar claro que possui uma inteligência mediana”, afirmou Telles.   CP A Comissão Processante foi instaurada pela Câmara Municipal no final de outubro passado, acatando solicitação de dois produtores rurais que se basearam no relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Inadimplência, que apontou supostas irregularidades na contratação de empresas e fornecedores durante os primeiros meses da gestão de Bernal. A CP já ouviu empresários, secretários e servidores municipais, que apresentaram relatórios negando irregularidades na esfera administrativa e deve ser finalizada com o depoimento de Bernal, marcado amanhã às 9h.   Anna Gomes e Alan Diógenes