30 de outubro de 2020
Campo Grande 24º 18º

Siufi afirma que sua adesão à base de Bernal depende exclusivamente do prefeito

O vereador Paulo Siufi (PMDB) afirmou na manhã de hoje que sua adesão ao grupo aliado à administração do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não é uma missão para o “Super Pedro Chaves”, como havia dito o vereador Paulo Pedra (PDT). De acordo com Siufi, que afirma trabalhar visando apenas o melhor para a população, apoiar ou não Bernal depende apenas das próprias atitudes do prefeito.

“O primeiro passo é o prefeito provar que todas as irregularidades apontadas pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote não foram feitas com intensão, propositalmente ou por maldade. A segunda coisa que precisa mudar é o diálogo, é preciso conversar mais, estar aberto a sugestões e ouvir o posicionamento de todos. Mesmo eu tendo uma admiração muito grande pelo Pedro Chaves, a coisa não depende dele e sim do próprio Bernal”, disse o peemedebista.

Siufi relata que embora seja da oposição não leva suas divergências políticas para o campo pessoal e afirma não ter nada contra o chefe do executivo. O vereador utiliza sua relação com o ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) para exemplificar que o que ocorre hoje com a atual gestão é apenas o papel que deve ser desempenhado por um vereador.

"Para se ter uma ideia, o ex-prefeito Nelson Trad Filho era meu primo de sangue e mesmo assim quando era preciso ir contra algo que ele decidia eu ia. Da mesma forma como faço com Bernal, eu também usava a tribuna e a mídia na época do Nelsinho para dizer algo que não estivesse de acordo. Não fui eleito pra ser contra ou a favor do prefeito e não tenho pessoal contra ele, sou vereador para optar pelo melhor para Campo Grande e não para brincar de cabo de guerra”, completa.

Clayton Neves