22 de maio de 2022
São Paulo 23º 11º

Em análise

TJ é convidado para acompanhar investigações de vereadores na Comissão de Ética

A- A+

O presidente em exercício da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Flávio César se reuniu na última segunda-feira (14) com o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, João Maria Lós para convidar a instituição a participar dos trabalhos da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar criada na Casa de Leis.

De acordo com Flávio César, o presidente João Maria Lós disse que irá analisar o convite para designar um representante para compor a Comissão de Ética. “Esclarecemos a ele as atitudes que a Câmara está tomando em relação à Comissão de Ética, porque queremos dar a esse trabalho toda a seriedade que o assunto requer, no sentido de garantir uma rigorosa apuração dos fatos. Vamos dar total transparência e legitimidade aos trabalhos, sempre assegurando a ampla defesa e o contraditório aos vereadores envolvidos”, disse o presidente. 

Comissão de Ética
A comissão foi criada para investigar os vereadores que estão sob investigação na Operação Coffe Break, deflagrada no último dia 25 de agosto. A operação envolve um suposto esquema de compra de votos para cassar o prefeito Alcides Bernal (PP). 

De acordo com o presidente, ainda não está definido se o relatório será feito para cada vereador ou se será feito um documento único sobre os investigados. Já foram ouvidos os vereadores Mário César (afastado), Paulo Siufi, Vanderlei Cabeludo, Carla Stephanini e Edil Albquerque, (PMDB), Edson Shimabukuro (PTB), Waldeci Batista Nunes, o Chocolate (PP), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Airton Saraiva (DEM), Gilmar da Cruz (PRB), Jamal Salem (PR) e Ayrton de Araújo (PT).
O convite foi feito também à OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul) e ao Ministério Público Estadual.