21 de junho de 2021
Campo Grande 28º 13º

Único foco é nova política inclusiva para MS, reitera Rose

A- A+

Nomeada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para comandar a Pasta de Direitos Humanos, Inclusão e Assistência Social, a vice-governadora Rose Modesto garante ser este o foco exclusivo de suas responsabilidades, mesmo cortejada por correligionários e incentivada por manifestações de pessoas que a querem candidata a prefeita de Campo Grande em 2016.

Para ela, a missão que lhe foi confiada por Azambuja precisa ser cumprida com dedicação exclusiva e sem acúmulo de expectativas. Nesta quinta-feira, em vários momentos durante as cerimônias de transmissão de cargo e de posse dos novos titulares do Governo, ouviram-se algumas manifestações de apoio à sua candidatura. “Rose prefeita!”, gritaram alguns simpatizantes.

Imperturbável, a vice-governadora apenas respondia com um sorriso discreto. E só deixou para reiterar seu compromisso quando discursou em nome dos demais secretários, enfatizando que seu projeto é o projeto do governador. Afiança que se dedicará com total  exclusividade à elaboração de uma novo formato – mais dinâmico, mais amplo e eficiente – da política pública de promoção humana.

Ela reafirma que não mudará de foco, embora consciente do papel que representa como uma das principais lideranças tucanas do Estado e na conta partidária como uma das principais opções para a disputa sucessória da capital em 2016. E o fato de chefiar a secretaria de maior alcance e visibilidade da ação governamental reforça o peso político e eleitoral, ainda que, conforme ela mesmo faz questão de acentuar, não irá colocar o carro à frente dos bois.

Edson Moraes