MS Notícias

tera, 18 de fevereiro de 2020

FIM DA ESTATAL

Venda dos Correios deixará 40 mil desempregados e R$ 15 milhões em dívidas

Cidades pequenas poderiam ficar sem entregas caso compradores desinteressem atender municípios

Por: TERO QUEIROZ16/01/2020 às 13:07
ComentarCompartilhar
O secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, afirmou nesta terça-feira (14) que os Correios só devem ser privatizados no fim de 2021O secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, afirmou nesta terça-feira (14) que os Correios só devem ser privatizados no fim de 2021Foto: Aniele Nascimento/Arquivo/Gazeta do Povo

Se vendido os Correios, Estatal sobre a tutela do Governo Federal, deixaria ao menos 40 mil pessoas desempregadas. O número de quase 13 milhões de desempregados saltaria imediatamente a venda, avaliam especialistas de mercado.   

Executivos de empresas privadas relataram que fariam o mesmo serviço com praticamente a metade do quadro atual de 100 mil funcionários. O governo não pretende absorver os demitidos – teme criar precedente para os expurgos de estatais vendidas no futuro. 

Rodrigo Maia (DEM-RJ), sugere a quebra do monopólio e segundo ele, o Executivo o apoia, no entanto, para derrubar a estatal o caos econômico é imprescindível em um Brasil que atravessa uma guerra ideológica política. 

E ainda, segundo os empresários, há dúvidas sobre se as empresas se interessarão em atuar fora dos grandes centros urbanos. Isso é, pode-se considerar que as pequenas cidades não teriam serviços de Correios no governo de Jair Bolsonaro?

Em governos anteriores a estatal foi fortalecida, com isso, direitos trabalhistas gerariam sozinhos mais de R$ 15 milhões em dívidas, isso se o compromisso com os despedidos for cumprido pelo governo brasileiro.  

Uma das opções é descontar do valor a receber, mas isso será definido no desenho da venda. Dada a complexidade e o impacto do tema, a data prevista para a apresentação do formato de privatização ficou para o fim de 2021, momento em que o Governo completará 3 anos à frente do país. 

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), ou simplesmente Correios, é uma empresa pública federal que foi instalada no Brasil em 20 de março de 1969. 

Deixe seu Comentário

TV MS

11 de fevereiro de 2020
Prefeito fala das dificuldades enfrentadas em Campo Grande e pede união
Prefeito fala das dificuldades enfrentadas em Campo Grande e pede união

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma