20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Zeca afirma que liderança indígena virá à Câmara para falar dos conflitos no campo

O vereador Zeca do PT disse na manhã de hoje que seu assessor que cuida dos assuntos relacionados aos direitos humanos já fez contato com as lideranças indígenas mais importantes para que pelo menos uma delas venha até a Câmara Municipal fazer o uso da palavra livre.

De acordo com o vereador o discurso da liderança está previsto para acontecer na terça-feira da semana que vem. “Os índios precisam vir aqui e colocar a versão deles sobre os fatos. Se os produtores rurais usam a palavra nesta Casa de Leis para criticar as invasões, os indígenas também possuem o direito de dar suas opiniões”, afirmou.

O vereador fez a declaração se referindo à visita do presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, ontem na Câmara Municipal. Chico Maia condenou as invasões às propriedades rurais e foi criticado por Zeca do PT que põe a culpa da situação no atual governo do Estado.

“O governo do Estado vendeu as propriedades rurais que não eram de sua posse e agora os índios não têm onde ficar. Se o Estado consegue liberar dinheiro para construção de novas empresas e novos bancos, deveria conseguir dinheiro para os indígenas se resolverem também”, destaca Zeca.

Questionado sobre a violência feita por alguns índios que invadem propriedades, muitas vezes destruindo esses imóveis, Zeca disse que esse grupo é menor e não representa a maioria da classe indígena. “Eu sei que existem “grileiros” no meio, mas essas pessoas não representam a maioria dos indígenas que lutam por uma causa justa”, finalizou.

Alan Diógenes