27 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

NACIONAL | SINOP (MT)

Autor da chacina em Sinop: 'Quero me entregar sem confronto' (áudio)

Decisão ocorre pouco depois de o comparsa morrer em confronto com o Bope

A- A+

O CAC bolsonarista Edgar Ricardo de Oliveira, de 30 anos, autor da chacina contra 7 pessoas no “Bruno Snooker Bar” na cidade de Sinop (MT), disse ao seu advogado nesta 4ª.feira (22.fev.23), por meio de um áudio, que pretende se entregar, mas que não quer confronto com a Polícia mato-grossense.  

“Doutor, boa tarde. Eu quero me entregar, vou me entregar. Vamos ajeitar certinho minha a entrega. Estou desarmado, não quero confronto com a Polícia. Eu não tenho nenhuma arma mais, as armas ficaram na caminhonete. Eu não tenho arma. Eu não quero nenhum tipo de confronto com ninguém. Eu só quero me entregar. Aí vamos agilizar o local e a hora”, disse Edgar em áudio enviado à defesa. Ouça abaixo:  

A decisão de se entregar ocorre pouco depois de o comparsa de Edgar na chacinaEzequias Souza Ribeiro, 27 anos, morrer em confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Segundo o delegado Bráulio Junqueira, os dois suspeitos têm passagens pela polícia. Edgar tem duas por violência doméstica e Ezequias acumula várias passagens, incluindo lesão corporal, ameaça, roubo, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha, além de um mandado de prisão em aberto.

Edgar é apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e figurava em vídeos nas redes sociais praticando tiro ao alvo em clubes de tiros de Alta Floresta (MT). Num dos vídeos, Edgar aparece manuseando com habilidade uma escopeta semelhante à usada por ele na chacina.  

Apesar ter registro de Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CACs), Edgar, segundo a Federação de Tiro de Mato Grosso foi desfiliado de clubes de tiros em Sinop por falta de frequência no local, como manda a legislação. Portanto, segundo a entidade, o suspeito não pode ser considerado "atirador desportivo".