03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

"Não valiam nada"

Menina de 19 anos morre em troca de tiros com a PM ela teria cuspido nos policiais

A- A+

Depois de trocar tiros com polícia uma adolescente de 19 anos morreu atingida por dois tiros. O caso aconteceu em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (2).

Sarah Carolina da Silva de Souza, conhecida como “Carolzinha”, de 19 anos, já havia sido presa por 22 vezes, segundo a Polícia Militar (PM). Ela seria líder de uma gangue do Morro Vermelho, em Contagem, onde atuava no tráfico de drogas.

Na madrugada da última quarta-feira (2), Carolzinha estava em um baile funk no Bairro São Caetano quando policiais decidiram revistar os frequentadores. Ela foi liberada e voltou armada com uma pistola 38, na garupa de uma moto, e passou atirando.

Um PM foi ferido no joelho e o outro foi salvo pelo colete à prova de balas ao ser atingido na altura do peito. Os militares revidaram e pediram reforço para a perseguição. Ela foi cercada no aglomerado e, segundo os PMs apontou o revólver. Nesse momento, foi ferida na barriga e na perna.

O boletim de ocorrência registrou que ela chegou a cuspir nos policiais e falou que eles "não valiam nada". Carolzinha chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento Comunitário (UPA) de Teresópolis, mas não resistiu aos ferimentos.

A arma utilizada por ela, uma pistola calibre 38, foi apreendida. Agora, a PM procura pelo comparsa da suspeita, que conseguiu fugir depois do tiroteio.