19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

COMBATE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Operação Bellatrix captura 14 agressores de mulheres em Campo Grande

Policiais estão nas ruas desde às 4h

A- A+

Quatorze homens agressores de mulheres foram presos nesta 4ª.feira (8.mar.23), em Campo Grande (MS). Intitulada Operação Bellatrix, ocorre em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta 4ª. Os nomes dos presos não foram divulgados.

Além dos 14 homens, a namorada de um dos alvos também foi presa, por tráfico de drogas. Ele conseguiu fugir.

Com 20 policiais, entre investigadores e delegadas, as equipes Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) estavam nas ruas desde às 4h, com objetivo de cumprir 26 ordens de prisões preventivas. Com o saldo de prisões até o início desta tarde, 53% do objetivo da operação foi atingido, mas ainda haverão buscas até o final do dia. 

A delegada Elaine Benicasa em coletiva à imprensa, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). Foto: Tero QueirozA delegada Elaine Benicasa em coletiva à imprensa, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). Foto: Tero Queiroz

A delegada Elaine Cristina Benicasa, da Deam, explicou que as prisões de agressores são diárias, mas a operação de hoje foi reforçada. “Diariamente, a Deam cumpre mandado de prisão e coloca tornozeleira nos agressores”, disse.

“O nome Bellatrix foi para homenagear todas as mulheres que se desvencilharam desse tipo de violência e buscaram ajuda”, esclareceu. No latim, Bellatrix e significa guerreira

Apesar das prisões, Mato Grosso do Sul teve um aumento de 40% na taxa de feminicídio em 2022, como mostramos mais cedo aqui no MS Notícias. “Sabemos que os números estão contra nós, quando vemos que continua sendo o Estado com a maior taxa. Mas nós convocamos toda a sociedade civil para fazer frente a esse enfrentamento. Estamos fazendo a nossa parte, com 100% de resolutividade dos feminicídios registrados”, observou, entretanto, a delegada. 

OPERAÇÃO ATRIA 

A nível de Brasil, ocorre também nesta 4ª a operação Átria, a qual a Deam de MS participa. 

Até o final desta manhã, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cumpriu 135 mandados de prisão contra homens suspeitos de violência doméstica. A ação é realizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), de Flávio Dino. 

Um dos presos da Átria hoje, vinha cometendo injúria, agressão e ameaça contra a ex-mulher desde 2002. A vítima registrou diversas ocorrências contra o autor, e ele chegou a ser preso cinco vezes.

“É um autor de grande periculosidade que descumpre medidas protetivas e agride a mulher em um ciclo. Mais uma vez nós cumprimos o mandado de prisão contra ele, mas sabemos que só isso não é suficiente”, disse a delegada Letícia Lourenço, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam-DF) 2.

A Operação começou no dia 27 de fevereiro e vai até 28 de março, mas nesta 4ª está sendo considerado “dia D” das ações policiais.  

*Com Campo Grande News.