REVIVA PMCG COMPET

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

SEGOV GUERRA CONTRA O MOSQUITO AGILITÁ
segunda, 09 de dezembro de 2019

DÍVIDAS

Receita suspeita que 301 empresas podem ter sonegado R$ 6,6 milhões em MS

Todos os débitos devem ser quitados ou empresas podem receber multas e até representações no MPF

Por: TERO QUEIROZ03/12/2019 às 14:40
ComentarCompartilhar
Foto: Divulgação

Cerca de 301 empresas sul-mato-grossense começaram a receber cartas de autorregularização enviadas pela Receita Federal, a Operação de Malha PJ Fonte Não Pagadora (Fape). No Brasil cerca de 25 mil empresas serão notificadas. 

De acordo com a subsecretaria do ministério da Economia, a operação tem como alvo empresas que informaram retenções de imposto de renda de seus empregados sem o devido recolhimento à Receita Federal.

De 2015 a 2016 apenas em MS cerca de R$ 6,6 milhões foram sonegados, segundo dados da operação. Em todo país, a soma chega a R$ 821 milhões.

Se forem confirmados os ‘erros’ nas informações fornecidas ou tributo pago menores, o contribuinte deverá encaminhar retificação da Declaração de Débitos e Créditos de Tributos Federais (DCTF) e recolher as diferenças de valores com os devidos acréscimos legais, com opção de parcelamento simplificado, para se regularizar, informou a operação. 

Além de evitar representações ao Ministério Público Federal, caso se confirmada a apropriação indébita, se quitadas, as diferenças evitarão os procedimentos de fiscalização que geram multa de no mínimo 75%, além do acréscimo de juros.

Para confirmar  se a carta está correata, a Receita Federal encaminhará comunicado para a caixa postal dos respectivos contribuintes, que podem ser acessadas por meio do e-CAC.

Deixe seu Comentário

TV MS

05 de dezembro de 2019
Sete bairros da Capital são beneficiados com entrega de UBS no Alves Pereira 

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma