Governo
Domingo, 20 de Agosto de 2017

Eleições 2018

Alckmin questiona o 'novo' e defende a experiência para 2018

Prefeito de São Paulo, João Doria, é um dos principais representantes do 'novo' na política

Por: POR FOLHAPRESS12/08/2017 às 06:52
ComentarCompartilhar
Foto: Sergio Dutti/A2img

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, questionou nesta sexta-feira (11) o que seria o "novo" na eleição, em referência a candidatos que se dizem descolados da política tradicional, e defendeu a importância da experiência para as eleições de 2018."O que é o novo? O novo é em relação à idade? Ter 30, 50, 70? É não ter sido candidato, já ter sido candidato? Eu acho que o novo é defender o interesse coletivo. O Brasil foi dominado pelas corporações, no setor público e no privado também", disse o governador paulista durante palestra em Porto Alegre para políticos e empresários."Eu avalio que a eleição de 2018 vai ser a eleição da experiência. Experiência inclusive do povo brasileiro, com o sofrimento ocasionado pelos 13 milhões de desempregados, fruto de um populismo destrutivo e de inexperiência arrogante", afirmou o governador paulista na saída do evento.

O prefeito de São Paulo, João Doria, é um dos principais representantes do "novo" na política. Eleito com apoio de Alckmin em 2016, disse durante a campanha municipal que era um gestor, não um político.

Os dois aliados são os principais nomes do PSDB na disputa pela candidatura à Presidência, em 2018.

Apesar de dizer diversas vezes que não trairia o padrinho político, Doria vem sendo cortejado por outros partidos, como o PMDB e o DEM.

A última pesquisa do Datafolha, divulgada no dia 26 de junho, mostra Alckmin com 8% das intenções de voto, em um cenário que inclui Lula, Jair Bolsonaro, Marina Silva e Ciro Gomes. Na mesma simulação, Doria aparece com 10%.

Perguntado sobre a importância destes números na escolha do candidato do partido, Alckmin afirmou que a pesquisa retrata o que ocorreu na última eleição, e que a campanha de 2018 só começa "quando muda o horário da novela", em uma referência ao início da propaganda eleitoral.

REFORMAS

O tucano reiterou ainda o apoio à reforma da Previdência, mas defendeu um regime único para os trabalhadores do setor público e da iniciativa privada: "Um regime só de Previdência, onde o teto seja o teto do INSS, e acima disso seja Previdência complementar."

Em relação à reforma política, Alckmin disse que é preciso reduzir os custos com os programas de televisão, que na sua opinião deveriam contar apenas com gravações em estúdio: "Cena de estúdio, menos marquetagem, campanha mais verdadeira. Hoje você disputa com o marqueteiro do adversário."

O governador de São Paulo esteve em Porto Alegre a convite da revista Voto para participar do evento Brasil de Ideias. Ele falou para um público de 130 convidados. Com informações da Folhapress.

Deixe seu Comentário

TV MS

20 de Junho de 2017
Luis Felipe lança nova música após bater 100 mil em primeiro lançamento

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma