MS Notícias

tera, 07 de julho de 2020

DECRETO

Azambuja reduz ICMS de atacadistas em MS

Grandes redes passarão a pagar 12,5% de imposto sobre produtos

Por: REDAÇÃO14/02/2020 às 09:50
ComentarCompartilhar
Reinaldo Azambuja e empresários do Grupo Pereira visitaram as novas dependências do supermercadoReinaldo Azambuja e empresários do Grupo Pereira visitaram as novas dependências do supermercadoFoto: Chico Ribeiro

Decreto assinado pelo governador Reinaldo Azambuja publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (14.02) reduz o ICMS de produtos alimentícios, materiais de limpeza, cosméticos e outros itens comercializados pelas empresas atacadistas (chamadas de atacarejo) instaladas em Mato Grosso do Sul. 

De acordo com o Decreto, sobre os produtos que tinham ICMS de 17% os atacadistas passarão a recolher 12,5% de imposto, e aqueles que tinham alíquota de 20% passarão a pagar 14,7%.

Conforme o Decreto, pra ser contempladas as empresas terão que estar inscritas no Cadastro de Contribuintes do Estado e estar em dia com o fisco estadual, estar filiada à Associação Sul-mato-grossense de Atacadistas e Distribuidores (Asmad) e possuir em Mato Grosso do Sul estrutura logística de armazenamento e distribuição dos produtos compatíveis com a sua movimentação comercial, de forma a gerar emprego e renda em MS.

O benefício não se aplica a empresas que tenham apenas escritório no MS, com toda a logística funcionando em outro Estado, explica o decreto. 

As empresas qualificadas como contribuintes substitutos antes tinham que recolher o ICMS das mercadorias antecipadamente, na entrada, e com o Decreto passarão a recolher o imposto somente quando o produto for vendido. “Isso dá um fôlego para nós, a gente paga imposto antecipado, e com essa medida vamos ter uma folga no caixa”, afirmou o presidente da Asmad, Akito Ikeda.

Segundo Akido, há mais de 10 anos os “atacarejos” do Estado buscavam negociar alguns benefícios fiscais que lhes dessem maior condições de enfrentar a concorrência de atacadistas de outros estados, principalmente Goiás.  Akido disse ainda, que cerca de 50 atacadistas de todo o Estado podem ser atendidos pelo Decreto. (Com Portal do MS)

 

Deixe seu Comentário

TV MS

22 de junho de 2020
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma