18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

Em dois meses, CCR MSVia registra mais de 16 mil ocorrências na BR-163/MS

A- A+

Ao longo de 845,2 quilômetros do trabalho realizado pela CCR Via na BR 163, a empresa vem priorizando  gradualmente vários benefícios aos usuários.

Um dos benefícios oferecidos aos motoristas é o do SAL (Serviço de Atendimento ao Usuário), que em dois meses de atuação na BR-163/MS, entre outubro e novembro de 2014, já atendeu a 16.454 ocorrências. Isso corresponde a uma média de 270 atendimentos diários.

Segundo a CCR, o número de atendimento a panes foi o líder de ocorrências nesses primeiros dois meses de atuação. As equipes da CCR MSVia atuaram em apoio aos motoristas em 4.885 casos de panes dos veículos. Esse tipo de ocorrência representou 30% do total dos eventos. Fora 3.007 casos de panes mecânicas, 723 casos de pneu furado, 437 panes secas, 299 panes elétricas, 229 casos de superaquecimento de motor e 135 registros de bateria descarregada.

“É por conta disso que insistimos com os motoristas, para que façam revisões periódicas em seus veículos, agindo preventivamente”, explica o Gestor de Interação com o Cliente da CCR MSVia, Keller Rodrigues.

Objetos na pista, outro problema

Também foi grande o número de ocorrências envolvendo objetos retirados da pista: 4.550 casos. Muitos deles caem dos veículos ou são lançados por motoristas e passageiros ao longo da viagem.

“Estamos atentos e atuando rapidamente para retirada de objetos na pista, pois representam potencial risco de acidentes, mas essa realidade tem que mudar; os usuários precisam se conscientizar que esse mau comportamento é perigoso e põe em risco as vidas dos demais motoristas e passageiros”, diz Keller Rodrigues.

De acordo com o Gestor da CCR MSVia, as equipes fazem o recolhimento de dezenas de objetos na pista por dia, reduzindo assim o risco de potenciais acidentes na via. “Porém, ainda é preciso conscientizar os usuários de que o lançamento de resíduos na rodovia é um perigo, representando risco de acidentes e prejuízo para o Meio Ambiente”.

Acidentes

O levantamento da CCR MSVia registrou 312 acidentes entre outubro e novembro,  com 143 feridos e 10 mortos. De acordo com a empresa, a expectativa é de que o número de vítimas diminua gradualmente conforme as obras de melhoramento das pistas evoluam aliadas à abrangência das ações educativas.

“Nosso Programa de Redução de Acidentes está em pleno funcionamento e estamos trabalhando com a expectativa de reduzir em 40% o número de mortos em até cinco anos de concessão”, enfatiza Keller Rodrigues.

Dany Nascimento