28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

CAMPO GRANDE

Comissão Especial participa de ações de enfrentamento ao coronavírus

Vereadores da Comissão Especial em apoio ao Combate ao COVID -19, da Câmara Municipal de Campo Grande, estão mobilizados para intermediar ações, atender demandas da população e auxiliar nas estratégias do Executivo Municipal no enfrentamento ao coronavírus. A Comissão foi criada pelo Projeto de Resolução 465/20, de autoria da Mesa Diretora, presidida pelo vereador Prof. João Rocha.  

Ainda na manhã desta sexta-feira, o vereador Dr. Livio, presidente da Comissão, esteve na Receita Federal e recebeu 170 celulares que serão doados para que a Secretaria Municipal de Saúde possa promover teleatendimento a pacientes na fase mais crítica de combate ao coronavírus. 

“Essa doação de 170 celulares smartphones é resultado de uma intermediação da Comissão junto à Receita Federal. As Secretarias planejam esses terminais de teleatendimento numa fase mais crítica do coronavírus, com aumento da demanda”, disse o vereador Dr. Lívio. Alguns aparelhos também serão doados ao Governo do Estado para esse acompanhamento aos municípios do interior.  

Outra preocupação que os vereadores estão acompanhando é em relação aos idosos. O vereador Dr. Livio participou de videoconferência com empresários da rede hoteleira e a Secretaria Municipal de Saúde para que idosos que não dispõem das condições adequadas de abrigo, principalmente em instituições, possam ser hospedados temporariamente. Tratam-se de medidas preventivas, para quando for constatada essa necessidade.    

A assistência social é outro segmento contemplado como atenção da Comissão. O vereador Betinho, que também preside a Comissão de Assistência Social da Câmara, acompanha o trabalho feito pela prefeitura e elogiou a ação de abrigar moradores de rua em escolas municipais, onde eles recebem alimentação e condições de higiene adequadas, medidas solicitadas pelos vereadores. Até ontem, conforme a prefeitura, 113 pessoas tinham sido acolhidas. 

Ainda na quinta-feira, a Prefeitura de Campo Grande recebeu a doação de sete toneladas de alimentos não perecíveis que serão destinados a pessoas em situação de vulnerabilidade, população em situação de rua, migrantes e estrangeiros abrigados em escolas e nas unidades assistenciais do município, contempladas no plano de ação para conter a disseminação do Coronavírus.

O vereador Pastor Jeremias Flores, que também integra as comissões de Assistência Social e Direitos Humanos da Casa de Leis, busca fortalecer a arrecadação de alimentos e de produtos de higiene com as ações das igrejas. “Já temos a tradição de atender as pessoas que precisam. Participei de reunião na Assembleia de Deus para fortalecermos esse trabalho e estamos em contato com a Secretaria de Assistência Social para auxiliar nas demandas”, disse. 

O vereador Eduardo Romero, também membro da Comissão, participou de videoconferência na manhã desta sexta-feira (27) com o Fórum da Cultura de Campo Grande. São cerca de mil trabalhadores cadastrados e com a suspensão de todos os eventos, como uma das medidas para evitar a disseminação do coronavírus, estão sendo analisadas alternativas para que esses profissionais não enfrentem dificuldades financeiras. “Uma das sugestões é utilizar parte dos fundos municipais, para os projetos com editais já aprovados, propondo uma bolsa de emergência, ou ainda distribuição de cestas básicas quando houver necessidade”, disse Romero. 

ECONOMIA

A flexibilização em relação ao funcionamento de estabelecimentos comerciais também é acompanhada pelos vereadores, com cautela. Médico, o vereador Dr. Livio defende pelo menos mais uma semana de isolamento social para minimizar os riscos de contaminação. No entanto, vê com preocupação a situação de comerciantes e trabalhadores que estão com as rendas prejudicadas. “Uma plataforma digital do Município para entregas poderia ser avaliada. A saúde está com protagonismo no momento e recebendo demanda de outros setores, por isso essas alternativas são importantes”, disse. 

A Comissão também irá acompanhar as reuniões com comerciantes. “O papel fundamental da Comissão é ajudar a planejar estratégias para tomadas de decisões”, disse o vereador Eduardo Romero. O vereador Delegado Wellington complementou que a Comissão “continua na fiscalização do poder executivo, acionando as secretarias para que atendem as demandas e as missões humanitárias deste momento”. Como presidente da Comissão de Segurança, ele monitora as ações neste setor, em que houve redução de roubos e furtos decorrentes do toque de recolher.  

VACINA 

Ainda, a Câmara Municipal cedeu veículos, com motorista e combustível, para auxiliar a Secretaria Municipal de Saúde na campanha de vacinação contra gripe na casa de idosos acamados ou com graves dificuldades de locomoção. A imunização começou na quinta-feira (26) e os profissionais da saúde seguem visitando as residências (Saiba mais sobre essa ação clicando aqui). A vacinação foi antecipada pelo Ministério da Saúde.