01 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 19º

Especialista esclarece informações sobre zika vírus e ressalta cuidados com Aedes Aegypti

A- A+

O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira (2) que a expectativa dos epidemiologistas é de que o zika vírus “se espalhe por outros estados” brasileiros, com a chegada do verão. Segundo último balanço do órgão, divulgado em novembro, o zica vírus já foi identificado no Distrito Federal e em outros 14 estados, como Roraima, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Paraná.

Os primeiros aparecimentos do vírus foram identificados no estado de Pernambuco, que foram associados a casos de microcefalia. Lá foram identificados 141 casos suspeitos da doença em recém-nascidos em 44 municípios pernambucanos.  Comforme ministério da Saúde parte das mães apresentavam sintomas compatíveis com o do zika vírus, que também é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, o mesmo da dengue.

Em mato Grosso do sul, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou quatro casos de zika vírus em setembro deste ano. No estado ainda não foram registrados casos de recém-nascidos com microcefalia.  Atendendo a solicitações de leitores, o MS Noticias conversou, nesta quinta-feira (3), com Professor de Doenças  Infecciosas  e Parasitárias  da Faculdade  de Medicina  da  UFMS(aposentado) e Doutor em Medicina Tropical e Saúde Publica  pela Universidade Federal de Goiás, Dr.  José Ivan Aguiar para saber mais sobre o assunto que tem provocado pânico no país. 

Confira a entrevista a seguir:

MS Noticias: Como se dá transmissão do Zika vírus? Uma pessoa pode transmitir para outra ou a contração é apenas pela picada do mosquito aedes aegypti?

Dr. José Ivan Aguiar: O que se sabe  é que é através do mosquito. Também via sexual(?) Há uma caso descrito  de um cientista   que apresentou clinica e sua esposa não teve sintomas não apresentou  evidencias da doença, mas  foi  detectada infecção nela. Foi sexual ? ou ela  uma infecção assintomática

MS Noticiais: Depois de infectado, em quantos dias o paciente apresenta primeiros sintomas? Qual exame correto para detectar doença?

Dr. José Ivan Aguiar - O período de incubação  varia entre  3-12 dias. Diagnostico- A sorologia consiste na pesquisa de anticorpos específicos contra o vírus Zika. O censo comum é que terá anticorpos contra o vírus Zika, as pessoas que já foram contaminadas pelo mesmo..Existe a técnica chamada de PCR, que pesquisa diretamente no sangue do paciente a presença de material genético do vírus. Esse exame é mais confiável, porém é mais caro e não está disponível em todos os locais. E importante dizer em razão de dar reação positiva para  Dengue, visto que estamos num área  de Dengue.

MS Noticias:  Quais são sintomas do Zika vírus?

Dr. José Ivan Aguiar: Febre (por volta de 38-38,5ºC), dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, principalmente as pequenas, como dedos das mãos e dos pés, conjuntivite, dor nos olhos, fotofobia, coceira na pele e rash (erupções avermelhadas na pele).

MS Noticias: Como saber diferença entre Zika vírus e dengue? Quais sintomas são diferentes?

Dr. José Ivan Aguiar: Clinicamente   não é fácil  fazer  essa  distinção. A conjuntivite é mais frequente no Zika, as  dores  articulares  e a  sua  persistência  mais característico do Chikungunya.

MS Noticias:  Para que pessoas possam estar atentas e saber quando buscar médico, qual seria primeiro sintoma a levantar suspeita?

Dr. José Ivan Aguiar: Zikavírus  é uma  doença  que  dificilmente  ameaça a vida das  pessoas( 8) Sintomas menos comuns: dor abdominal, diarréia, prisão de ventre, aftas, tontura ou perda do apetite. As manchas vermelhas que surgem na pele na febre Zika são orash elas podem confluir, formando grandes manchas avermelhadas. Algumas  tem coceira muito forte.

MS Noticias: Qual é tratamento para doença? 

Dr. José Ivan Aguiar: Não há um tratamento específico. O recomendado é repouso e ingestão de líquidos. Para o tratamento da dor e da febre recomenda-se o paracetamol. O uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) ou antiinflamatórios é desencorajado, justamente pela dificuldade em distinguir das formas iniciais do dengue.

 

MS Noticias:  O zika vírus pode causar morte? Pode causar doenças mais graves como GuillianBarré?

Dr. José Ivan Aguiar: A Zika é uma doença autolimitada, com cura espontânea em poucos dias. A doença não costuma provocar as complicações hemorrágicas  vistas no dengue. Ou seja  a letalidade  é muito baixa.  Realmente  tem ocorrido um aumento de casos  da Síndrome de GuillanBarré na vigência  da  Zika. Esta Síndrome é uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso, causando paralisia. A forma mais vista  em nosso meio,  a paralisia  começa nos membros inferiores  e  vai  subindo. É relativamente comum após infecções virais. Essa é a relação  com o Zika?

MS Noticias: Existe uma faixa etária ou grupo populacional mais suscetível ao vírus?

Dr. José Ivan Aguiar: Não sei

MS Noticias:  Qual relação ente vírus zika e microcefalia em recém nascidos? É possível saber em que mês ou semana da gestão pode se dar contração do vírus?

Dr. José Ivan Aguiar: A microcefalia  está se constituindo num grande desafio. Embora  se  saiba  que o Zika tem certa predileção pelo Sistema Nervoso, fato descrito em animais de laboratório, até agora  não havia  descrição de casos  de microcefalia, nos locais   que precederam o Brasil na infecção, passou despercebido? Estamos diante de uma variante do vírus? Estamos  conhecendo  melhor  a infecção?Há uma predileção pelos  agentes  infecciosos em causar  lesão no Sistema Nervoso, no primeiro trimestre  da  gestação, inclusive  com  casos de abortamento. Trata-se  de um  fato já  conhecido, visto que  trata-se  do período de formação do sistema nervoso(SN)  do embrião.Porém, tem circulado  informação  que estaria havendo  alterações do SN,  posteriores e  que elas poderiam ir após o sexto mês da gestação. Temos que ter calma  para  saber ao certo. Neste momento é  evitar o  mosquito.


Alerta

O Ministério da Saúde recomenda que mulheres grávidas tomem cuidado extra com o Aedes aegypti, e atentar-se para utilização de telas em todas as casas. Como o zika vírus é transmitido por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, as medidas de prevenção e controle são as mesmas já adotadas para a dengue, febre amarela e chikungunya, como eliminação dos possíveis criadouros do mosquito, evitando deixar água acumulada em recipientes como pneus, garrafas, vasos de plantas, entre outros.

De acordo com Organização Mundial de Saúde (OMS), no Nordeste brasileiro, os casos de microcefalia cresceram 20 vezes na comparação de 2014. Pernambuco foi primeiro estado brasileiro a apresentar casos de microcefalia nesse ano, possivelmente atribuído ao zika vírus.